IMG_1749

Dieta Cetogênica

Esta dieta chegou no Brasil como a “nova moda” diante à população, com propósito de levá-los a redução de peso, em um curto período de tempo e lado a lado com a redução de carboidratos.

A estratégia desta dieta é um rearranjo alternativo de macronutrientes que compõem a alimentação onde a grande fonte de energia, passa ser as gorduras. Isso se deve ao fato de que, o processo fisiológico do corpo humano é quebrar a gordura em ácidos graxos e corpos cetônicos para obter energia suficiente para os processos celulares.

Dessa forma, com a redução de carboidratos proposta, o corpo é praticamente forçado a quebrar além da gordura que vem dos alimentos, aquela que já está acumulada; A gordura que se acumula geralmente devido aos excessos de carboidratos na alimentação, e esse processo todo acaba levando a perder peso. Este fato justifica a atual demanda da população por essa dieta.

Além disso, ao ingerir mais proteínas e gorduras, há um aumento da saciedade e diversos outros efeitos positivos como melhora da resistência insulínica e um cardápio repleto de ovos, peixes, carnes bovinas e suínas, abacate, frutas oleaginosas como amêndoas e castanhas, além de vegetais e frutas selecionados.

Outro efeito positivo que está relacionado inclusive, à forma como esta dieta se tornou conhecida e reconhecida, é o uso alternativo como tratamento para epilepsia, pois, é comprovado cientificamente que a geração de corpos cetônicos é substância

envolvida no controle de crises.

Já os efeitos negativos, náuseas, vômitos, alterações gastrointestinais, acidose metabólica, hiperuricemia, litíase renal, hipocalcemia, deficiência de micronutrientes e dislipidemias.

Quando em pacientes epiléticos, o uso não é desencorajado, devido à eficácia clínica que ela confere no controle de crises.

Inclusive, é válido destacar que nesses pacientes, a dieta é mantida por um período aproximado de dois anos; após esse período, a dieta cetogênica é interrompida e o paciente retorna para uma dieta habitual. O mesmo acontece para quem adere à dieta devido à redução de peso, ou seja, deve-se atentar ao o perfil monótono que acarreta uma limitação  na oferta de fibras, vitaminas, minerais e compostos bioativos.

Portanto, antes de se recomendar uma dieta cetogênica, é necessário ponderar os pontos positivos e negativos, avaliando se o cliente de fato se beneficiará da mesma e se não apresentam contra indicações para o uso, sempre destacando a demanda por um profissional que acompanhe cada caso e respeite a individualidade do paciente.

Referências

Bueno NB, de Melo IS, de Oliveira SL, da Rocha Ataide T. Verylow carbohydrate ketogenic diet v. lo-w-fat diet for long-term weightloss: a meta-analysis of randomised controlled trials. Br J Nutr.2013;110(7):1178-87.

Hussain TA, Mathew TC, Dashti AA, Asfar S, Al-Zaid N, Dashti HM. Effect of lowcalorie versus low carbohydrate ketogenic diet in type 2 diabetes. Nutrition. 2012;28(10):1016-21.

Kossoff EH, Zupec-Kania BA, Amark PE, Ballaban-Gil KR, Christina Bergqvist AG, Blackford R, et al. Optimal clinical management of children receiving the ketogenic diet: recommendations of the International Ketogenic Diet Study Group. Epilepsia.2009;50(2):304-17.

Lee PR, Kossoff EH. Dietary treatments for epilepsy: management guidelines for the general practitioner. Epilepsy Behav. 2011;21(2):115-21.

McNally MA, Hartman AL. Ketonebodies in epilepsy. J Neurochem. 2012;121(1):28-35.

Para você

Nutrição

Nutrição x Depressão

A depressão é uma doença que vem sendo estudada decorrente ao aumento das taxas de problemas psicológicos na população, dados publicados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), mostram…

Ler Mais

A Autora

Glorimar Rosa / @glorimarrosa

Mestre em Bioquímica pela UFRJ, Doutora em Ciência de Alimentos pela UFRJ; Professora Associada de Nutrição Clínica do Instituto de Nutrição Josué de Castro (INJC) da UFRJ, exercendo atividades de ensino, pesquisa, assistência e extensão nas áreas de Graduação e Pós-graduação.

Dê mais um passo na direção do conhecimento !

Assine o recebimento de E-mail e receba nossos artigos em primeira mão!